Arquitetura Sustentável e Vernacular


O conceito de arquitetura sustentável, também conhecida como arquitetura verde e eco arquitetura, é uma maneira de conceber o projeto de forma sustentável, procurando otimizar recursos naturais e sistemas de edificação que, de tal modo, minimizem o impacto ambiental dos edifícios sobre o meio ambiente e seus habitantes.





Suas maiores premissas são: A consideração das condições climáticas, da hidrografia e dos ecossistemas do entorno em que os edifícios são construídos, para obter o máximo desempenho com o menor impacto.

  • A eficácia e moderação no uso de materias de construção dando prioridade ao baixo consumo de energia em comparação com os de alta energia.

  • A redução do consumo de energia para aquecimento, refrigeração, iluminação e outros equipamentos, cobrindo o resto da demanda com fonte de energia renováveis.

  • A minimização do balanço global de energia do edifício, que abrange a concepção, construção, utilização e seu fim.

  • O cumprimento com os requisitos de conforto ambiental, salubridade, iluminação e ocupação dos edifícios.

Estrategias que permitem uma otimização dos recursos e a economia dos mesmos, fato que faz do projeto sustentável uma necessidade para o mundo moderno, onde precisamos nos preocupar cada vez mais com o uso consciente dos recursos naturais.



Construções de baixo impacto



Construções com madeira de eucalipto


MIX de materiais sustentáveis e arquitetura de impacto



Arquitetura vernacular


É aquela Arquitetura feita com recursos naturais e técnicas próprias de uma região específica, favorecendo o uso de recursos naturais e mão de obra local.


Cada região do planeta possui suas singularidades, seus materiais abundantes. E essas diferenças, incluindo questões tecnológicas, econômicas, históricas e ambientais, acabam se refletindo na arquitetura vernacular, que visa o maior aproveitamento deste recursos disponíveis.


A questão-chave motivadora para a construção dos primeiros abrigos ao redor do mundo foi a autopreservação, a necessidade humana de se abrigar contra as intempéries. E as soluções para isso evoluíram com o tempo, se transformando em exemplos de arquitetura vernacular.



Projeto vernacular Marrocos: A arquitetura moderna de Marrocos, a qual tem se desenvolvido rapidamente ao longo das últimas décadas devido ao recente desenvolvimento econômico do país, encontra-se profundamente enraizada nas tradições construtivas locais. Tendo o vernacular como principal fonte de inspiração, a arquitetura moderna marroquina assume a origem de seu próprio nome árabeal-maġhrib, ou seja “lugar onde o sol se põe; o oeste”. O Marrocos é um estado soberano com uma rica cultura arquitetônica e uma vasta história, contando com inúmeros e excepcionais exemplos de arquitetura tradicional islâmica.



Detalhe construtivo com técnicas de Arquitetura Vernacular.


Benefícios da arquitetura sustentável


1- Preservação do meio ambiente

Essa é a vantagem mais comentada quando falamos em construções sustentáveis. O setor da construção civil é um dos principais responsáveis pelos impactos ambientais no mundo. Segundo dados do Conselho Brasileiro de Construção Sustentável, consome 75% dos recursos naturais, 20% da água nas cidades, e gera 80 milhões de toneladas/ano de resíduos.


2- É mais justa socialmente

Quando falamos de arquitetura sustentável, a maioria das pessoas associa somente ao cuidado com o meio ambiente, mas na verdade não existe sustentabilidade se não houver justiça social.


3- Traz maior bem-estar

Todo mundo sabe que as edificações sustentáveis devem ser ecologicamente corretas, mas o que você pode não saber é que elas também oferecem uma infinidade de benefícios para a saúde.

Além de reduzirem a quantidade de poluição, que certamente tem impacto na saúde de todos a sua volta, esse tipo de construção melhora a saúde física e mental e o bem-estar dos ocupantes, e da vizinhança.


4- É mais eficiente!

Fazer arquitetura sustentável é muito mais eficiente em todos os sentidos!

Essas construções além de se preocuparem com a eficiência energética e hídrica, focam também na diminuição dos desperdícios de materiais, nas distância que eles percorrem para chegar na obra, entre outras coisas


5- É um investimento!

Edificações sustentáveis tem maior valor no mercado imobiliário. Muitas pesquisas já mostram que o imóvel que tem um certificado, por exemplo, tem valorização instantânea de 10% no valor do aluguel.


Ademais têm maior velocidade na venda, 14% de sobrevalorização em relação aos seus vizinhos de tipologias semelhantes e menor taxa de vacância.

Além disso, o custo da manutenção e operação desses edifícios são bem menores.

Sendo assim, seja para construir para uso próprio, para alugar ou para revender, construir sustentável é um ótimo investimento


Gostou de entender mais sobre Arquitetura sustentável e vernacular?


Esta pensando em realizar seu projeto utilizando estas técnicas?


Conta conosco para te ajudar!😉


Ótimo final de semana!


Até o próximo post!🙋‍♀️


Artigo escrito por: Jesica Marucci

Arquiteta,Urbanista,

Especialista em Design de interiores

com foco na Neuroarquitetura e no design Biofílico

e sustentável.


Referencias: Archdaily, pinterest, wikipedia, revista habitare.

3 visualizações

© 2023 by arquidesignonline.

Proudly created with Wix.com