Espaço Zen/Por que ter um em casa?





Nosso lar sempre será nosso maior refugio das adversidades da vida, um lugar para descansar, se desligar e viver momentos agradáveis em família, transformando tantas incertezas em esperanças, recriando formas de amor, compartilhamento, paciência e serenidade. Pelo menos assim deveria ser. Vivemos um momento da historia, onde todos estamos nas nossas casas convivendo com nossos familiares, trabalhando, realizando nossos afazeres diários, tudo a partir das nossas casas. Pode ser difícil não contar com um espaço só nosso, para relaxar, para se conectar, para ler um bom livro. Estas atividades são comprovadamente necessárias para um desenvolvimento saudável e integral da nossa individualidade. Por isso devemos pensar nestes espaços sagrados com bastante carinho, trazendo um pouco da nossa identidade, criatividade, fé e tudo aquilo que consideramos importante para nosso autoconhecimento e desenvolvimento.

🙌🙏🕉


""Pensar em um espaço Zen, pode te proporcionar uma mudança muito agradável e proveitosa na tua rotina, te convidando ao encontro da tua própria identidade em conexão com teu espaço""


Tenho certeza que existe um espaço na sua casa que pode ser facilmente adaptado para este fim!?😉


Neste post, pretendo te ajudar a montar um espaço Zen com dicas simples, que vão mudar tua rotina e melhorar tua qualidade de vida, deixando a energia do seu espaço muito mais ativa, dinâmica e essencial, capaz de recarregar o ambiente como um todo. Através de estudos realizados a partir de praticas milenares como: o feng shui, a radiestesia, e estudos ligados a neurociência e neuroarquitetura, biofilia, psicologia, entre outros. Tantas visões holísticas que aliadas a Arquitetura transformam efetivamente nossa qualidade de vida através dos nossos ambientes.


Um espaço Zen nada mais é do que é um refugio ""extra"" dentro da sua própria casa, nem sempre nas nossas casas contamos com a privacidade necessária, para sentar e relaxar, pensar em algo importante, ler, rezar, meditar, desenhar, ou simplesmente não fazer nada e se dedicar ao ócio criativo.


O ócio criativo, nada mais é do que viver o processo criativo em um sentido mas amplo e sem tantas cobranças internas, deixando simplesmente que o livre e eterno fluir das coisas nos inspire a encontrar novas formas de recriar a realidade a mediada que vamos vivendo o momento presente com toda sua intensidade. Que só podemos perceber longe dos movimentos externos, ou seja na tranquilidade de um espaço pensado para este fim, tao importante, como essencial nos dias de hoje.


O jorrar de ideias e pensamentos que se apresenta nestes momentos, pode ser muito interessante e inspirador, ideias de um potencial mais intuitivo do que racional costumam a aparecer, e novas formas de ver o mundo se abrem de maneira criativa e natural.


Sabemos através da Neuroarquitetura, que os espaços modificam nossa percepção e melhoram nossa performance. Sentimentos de ansiedade, depressão, e problemas relacionados a saúde podem ser modificados através de mudanças no ambiente, que proporcionam espaços mais alinhados com as nossas necessidades internas, e não apenas externas e superficiais, podendo inclusive, aumentar a nossa criatividade, autoestima e entusiasmo com a vida. Contribuindo para nosso autodesenvolvimento pessoal.





Definição Zen (Excessivamente tranquilo, calmo; que busca levar a vida com serenidade e simplicidade: comportamento zen)


Independente da sua ideia do Zen ou do que seja ser ""Zen"". O descanso dos sentidos dentro de um mundo tão agitado e confuso é essencial na procura de uma vida mais feliz e equilibrada. Essa profundidade nasce da nossa vontade de nos tornarmos melhores no sentido mais amplo da palavra, tornando assim, nossos espaços como uma extensão do nosso mundo interior.


Neste momento me inspiro no celebre livro do admirável filosofo Frances;

Gaston de Bachelard e sua poética do espaço"


“[…] a casa representa o abrigo, uma extensão do corpo, um espaço de vida, pois é o canto do repouso, da intimidade, das relações mais afetivas; enfim, o lugar do cuidado, consigo próprio e com o outro.” A importância da conexão do morador com sua casa pode ser pensada de forma tão necessária quanto o próprio “teto”, se analisarmos que a mesma é uma concretização de um espaço que abriga a impressão do cotidiano vivido pelos indivíduos e dá suporte para a relação social.


A casa é compreendida por Bachelard como o “primeiro” mundo que o ser humano conhece, uma escola preparatória de experiências, um lugar de formação onde se adquire confiança para suas relações exteriores, em que o ser carrega o sentimento de proteção e pertencimento.

Segundo o autor, a casa simula a própria capacidade do indivíduo de superar as “intempéries” da vida, apoiando-se em suas estruturas para não ceder diante das tempestades.

A habitação, mais do que apenas um direito espacial que todo ser humano deve ter condições de possuir, passa a ser um direito psicológico, uma condição de desenvolvimento social, um pré-requisito para seu crescimento pessoal e coletivo.



Portanto, o espaço antes de tudo, é um espaço humano, um espaço de memorias, de proteção, de imaginação, um espaço vivo e comunicante. A casa representa bem esse espaço e também a ideia que queremos transmitir ou vivenciar através dele.


Nestes tempos é cada vez mais comum investir em um cantinho na sua casa dedicado apenas para os momentos de descanso e conexão, um lugar de proteção, inspiração e aconchego.


Esse ambiente é conhecido como Espaço Zen.





Com o uso certo de cores, texturas, aromas e iluminação adequada, criamos um espaço que vai te ajudar a se reconectar, um espaço é ideal para repousar, meditar, ler um livro, ou simplesmente relaxar e contemplar o lado bom da vida.


Me acompanha nestas 10 dicas especiais que preparei, para que você possa fazer do seu espaço Zen, um ambiente único, um ambiente que possa transmitir sua identidade e desejos, trazendo momentos de paz, criatividade e contemplação para seu dia a dia, melhorando a energia da sua casa como um todo.



1) Independente da sua crença, religião o filosofia de vida, encontre símbolos que reflitam sua intenção, que sejam importantes para você, podem ser lembranças, fotos, livros, amuletos,velas, pedrinhas, conchas, tudo aquilo que você sentir que deve fazer parte deste espaço único e particular.







2) Procure de preferencia, se possível, os lugares mais calmos da casa, onde possam haver poucas ou nenhuma interferência externa. Nem sempre isso é possível, como sabemos, porem, mesmo que seja um espaço pequeno no seu quarto, ele pode fazer toda a diferença para alcançar este proposito, se bem pensado.





3) Outro ponto importante é a iluminação, tanto a natural como a artificial, deve ser propicia, tênue e quente, no caso da luz artificial, as cores também podem ser uteis através do uso da cromoterapia, a associação dos cristais e das cores dentro do ambiente. Já no caso da luz natural é importante sua entrada como forma de carregar o ambiente de energia.


4) A luz vinda das velas é uma das preferidas nos ambientes Zen, você pode usar lanternas, candelabros, diferentes tipos de acessórios para acender suas velas com segurança e criar um clima único e completamente Zen. Observe sempre o lugar onde pretende acender suas velas para que seja um lugar seguro, longe de cortinas, correntes de vento. Disponha as mesmas em seus devidos suportes, sempre prezando pela segurança.





5) A ventilação também entra neste contexto, sendo muito importante que seja observada. Ambientes ventilados permitem que a energia flua de maneira muito mais intensa e saudável, favorecendo a troca de energias estagnadas.




6) As plantas melhoram a qualidade do ar, e nos reconectam com a natureza através da sua vitalidade, existem diferentes plantas com diferentes propósitos apara o ambiente, farei um post em breve explicando melhor sobre esses tipos de plantas. Por hora, é bom saber que existem estudos no campo da biofilia que comprovam uma melhora notável na qualidade de vida em ambientes que possuem plantas e materiais mais orgânicos, inclusive nas suas formas.🍀🕉


7) A questão do piso, dos tapetes, da madeira, nos remete a necessidade de estar em contato com a terra, por isso, muitos espaços Zen não possuem muitos moveis, envés disso, são usados futons, tapetes, almofadas para criar um espaço em conexão direto com a terra e assim, maximizar o potencial de energia, principalmente se tratando de casas.



8) O uso de incensos e aromas também contribui com este intento de harmonizar o ambiente, a chamada aromoterapia é uma outra maneira de preparar o ambiente para um momento agradável de relaxamento e paz.




9) O uso de essências naturais e aromas, traz consigo toda uma atmosfera de sentimentos e memorias capaz de mexer com nossas energias.



Perfumes, florais e águas aromatizadas são excelentes canalizadoras de boas energias.



10) Pedras, penas e objetos estimulam essa ligação, coisas simples podem recriar esta atmosfera, desde que possuam um valor sentimental. Por tanto, devem ser mais que objetos para você, devem trazer algum tipo de sentimento ou emoção, algum tipo de magia.



Por ultimo, no importa o santo, a crença ou a fé que siga, faça do seu espaço, seu lugar de conexão, use cores que te inspirem, lembranças que te alegrem, livros que te aconcheguem, aromas que te acalmem, texturas, luzes e elementos naturais para propiciar esta ligação, que vai fazer da sua casa um lugar de tranquilidade, beleza e harmonia.


Bora por estas dicas em pratica e equilibrar nossas energias em conjunto com nossos espaços, para criar ambientes mais alinhados com nossos propósitos interiores?👌😉🕉😃


Conta comigo para te ajudar!😉😃


Se vocês gostaram deste conteúdo, comentem; deixem suas duvidas, sugestões, assuntos que gostariam de aprofundar.


Espero que coloquem em pratica estas dicas e comentem sobre as mudanças que experimentaram nos seus ambientes.


Abraços queridos! ......e até o próximo post🌹😘


Autora do post: Jesica Natalia Marucci

Arquiteta, Especialista em Design de interiores

Pesquisadora no ramo das ciências holísticas

para harmonia e cura dos nossos espaços.


Fontes Imagens: Pinterest, Casa Vogue, Behance, Acervo pessoal.





© 2023 by arquidesignonline.

Proudly created with Wix.com